Área Restrita

Mulher tem útero retirado por engano em cirurgia de vesícula

RIO - A família de uma mulher de 45 anos acusa a equipe médica da Casa de Saúde Maternidade Nossa Senhora da Glória, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, de ter cometido um erro médico: a cuidadora de idosos Kátia Regina Vargas Araújo, de 45 anos, teve o útero retirado em cirurgia que serviria para a extração da vesícula biliar. 

Kátia foi submetida ao procedimento no dia 17/06/15. Às 6h da manhã do dia 18, ela ligou para o marido, Arnaldo Pinto Araújo, de 49 anos, dizendo que houve um erro da equipe médica. Algumas pessoas da enfermagem levantaram a hipótese de um engano, já que outra paciente chamada Kátia, que de fato precisava ter o útero operado, aguardava cirurgia no mesmo dia. 

A família desde então tenta falar com o médico responsável pela operação, mas ele não foi encontrado. Ele é substituto do profissional que ia operá-la originalmente. Segundo Araújo, a mulher sofre com enjoos e aguardava o procedimento, feito através de um convênio entre o hospital, que é particular, e o Sistema Único de Saúde (SUS), desde dezembro do ano passado. A vesícula de Kátia não foi retirada.

fonte: http://topicos.estadao.com.br/erro-medico


Mais Novidades